HORA CERTA OFICIAL DO BRASIL PELOS OS FUSOS HORARIOS DE CADA SETOR REGIONAL DO PAIS

HORA LEGAL OBSERVATORIO NACIONAL BRASILIA RadioDSHO
RÁDIO DSHO/ON

Selecione o fuso horário da sua região para escutar os enunciados da hora falada de 10 em 10 segundos.

Devido à codificação do áudio, velocidade e tráfego de dados, podem ocorrer diferenças.

Ao selecionar um fuso, pode levar alguns segundos até o início da transmissão.

A Rádio DSHO/ON requer suporte ao HTML5.

UTC(ONRJ) - 2 Arquipelago de São Pedro e São Paulo, Atol das Rocas, Fernando de Noronha, Martin Vaz e Trindade
UTC(ONRJ) - 3 Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhao, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins
UTC(ONRJ) - 4 Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima
UTC(ONRJ) - 5 Acre e oeste do Amazonas

------------------------------------------------------ CLIQUE EM CIMA DA PALAVRA ESCUTAR PELAS BARRAS AMARELA E AS DEMAIS CORES SÃO OS FUSOS HORÁRIO DA REGIÃO DO BRASIL E ESCUTE A HORA CERTA OFICIAL DO BRASIL DE DEZ EM DEZ MINUTOS HORA CERTA ECONOMIZE ÁGUA
UMA GENTILEZA SUPERMERCADO BRASIL NESTE MÊS DE MAIO MUITAS PROMOÇÕES PARA O DIA DAS MÃES VISITANTES
contador
AGRADECEMOS AOS VISITANTES DO NOSSO BLOG AGORA CONFIRAM A HORA CERTA
CALENDÁRIO DO ANO 2017
Calendário com feriados municipais, datas comemorativas e fases da lua
O TEMPO NO TEMPO CERTO AS PREVISÕES PARA CHUVAS A PREVISÃO DO TEMPO AQUI NO BLOG GRANDE JORNAL DO ESTADO PB SAÚDE NO AR TEMAS RÁDIO SAÚDE NO AR AQUI NO BLOG DO GRANDE JORNAL DO ESTADO PB VEJA O TEMPO CERTO PARA CAJAZEIRAS PB E REGIÃO DIARIAMENTE O TEMPO DENTRO DO TEMPO PREVISÃO PARA OS NOVE ESTADOS DO NORDESTE DO BRASIL

quarta-feira, 6 de março de 2013

CONCERTO DO NORDESTE PROJETO BNB TAMBEM ESTIVERAM PRESENTES EM CAJAZEIRAS PB

Concertos do Nordeste se despede de Fortaleza

afrosinfonica
Uma noite memorável marca o final do Concertos do Nordeste na capital cearense
O festival de música erudita que agrega também as raízes tradicionais, movimentou por dois finais de semana o Theatro José de Alencar, um dos mais belos e históricos teatros do país, com oficinas, debates e apresentações musicais.
mario ficarellli
Mario Ficarelli
A fase final do projeto iniciou durante a tarde do sábado, (02) com mais um momento de formação e troca de experiências, onde Mário Ficarelli (SP) continuou o bate papo iniciado no dia anterior sobre Composição Contemporânea. Na ocasião o compositor e educador pôde  passar aos participante um relato das experiências adquiridas em quase meio século de vivência musical, um pouco de história, sonhos, técnicas e sons espaciais, ilustrando com composições suas e de artistas renomados do cenário erudito, traçando um paralelo entre a música e o universo que nos cerca.
A programação seguiu durante a noite com as apresentações musicais, a primeira delas foi da Orquestra Afrosinfônica (BA), que trouxe uma fusão da africanidade – enraizada na cultura baiana e brasileira – com os conceitos sinfônicos da Europa e América, unindo o peso e as nuances sinfônicas à personalidade particular dos arranjos africanos. Com a magia rítmica criada pelos batuques e o belíssimo canto do naipe de vozes femininas, o espetáculo ainda contou com uma dança executada pela cantora Nara Couto, que encantou o público presente.
camará
Camará Ensemble
A segunda atração foi a Camará Ensemble (BA), que levou aos espectadores uma vasta gama musical composta por artistas brasileiros,  especialmente baianos, e homenageou a Jorge Amado  com trechos e alusões textuais feitas às obras do escritor, passando por diferentes climas sugeridos em frases de obras como Quincas Berro D’Água e Capitães da Areia.
maracatu nacao baobab
Maracatu Nação Baobab
Finalizando a  última noite do Concertos do Nordeste, o jardim do Theatro José de Alencar ficou repleto com as cores e alegorias do Maracatu Nação Baobab (CE). O grupo realizou um alegre cortejo apresentando a tradição da dança dramática que retrata a coroação de uma rainha negra e o desfile de sua corte real, composta por índios, negras, baianas, casal de pretos velhos, pajens, tiradores de loas e batuqueiros.
Durante esses dois finais de semana do festival, Fortaleza pôde comprovar sua imensa capacidade de absorsação dos mais ecléticos e variados ritmos. A erudição, em conjunção com o tradicionalismo nordestino, foi o maior diferencial trazido na proposta do Concertos do Nordeste.
O público, admirado com tamanha pluralidade musical aliada a formação de platéia através de oficinas e debates, saiu do Theatro José de Alencar já na expectativa de novas iniciativas como essa e espera ansioso pela próxima edição do Concertos do Nordeste.

Cariri paraibano sedia a segunda etapa do Concertos do Nordeste

8522388992_5c9690c394_z
Após passar pelas cidades de Fortaleza, Crato e Juazeiro no Ceará e Sousa e Cajazeiras na Paraíba o projeto Concertos do Nordeste chega ao fim. Foram dois finais de semana de muitas vivências e trocas entre público e artistas, experiências únicas que o evento pôde proporcionar.
8518697477_9c573af89b_c
Marinho Boffa
Ontem (02/03), o último dia do projeto em Cajazeiras(PB),  foi iniciado com a oficina Harmonia Moderna e Improvisação com o maestro, compositor e arranjador Marinho Boffa. O músico, a partir de uma abordagem dialógica, expôs a relação existente entre música erudita e popular no que diz respeito a improvisação, ritmo e harmonia.  A oficina, que ocorreu nos turnos da manhã e tarde procurou, em linhas gerais, transmitir aos presentes a importância de entender a troca existente entre estas duas categorias musicais.
Trio TrinadosFoto: Vandilson Lima/Cobertura Colaborativa
Trio Trinados
Foto: Vandilson Lima/Cobertura Colaborativa
Foi justamente essa troca entre o erudito e o tradicional/popular que se pôde acompanhar durante a primeira noite do evento em Cajazeiras-PB. Já na segunda e última noite, quem abriu as apresentações foram os cearenses do Trio Trinados. Com um repertório basicamente composto por músicas eruditas, que trouxe releituras principalmente dos clássicos, o trio emocionou a platéia, que, como na primeira noite, aplaudia bastante.
A programação continuou com a apresentação do Ritual das Cordas(CE), segunda atração da noite. O grupo, formado em 2010 com objetivo de disseminar a prática instrumental da música de concerto camerística, experimentou novos arranjos em cima da obra de artistas nacionais e internacionais eruditos e da música instrumental, que contou com a participação especialíssima do trompetista cearense Italo Rômulo.
Pontões do Pombal Foto: Vandilson Lima/Cobertura Colaborativa
Pontões do Pombal
Foto: Vandilson Lima/Cobertura Colaborativa
Quem fechou a segunda e última noite de Concertos do Nordeste foi o secular Pontões de Pombal. Formado basicamente por homens do campo, o grupo fundado em 1893 é um dos maiores representantes da resistência da cultura popular no sertão paraíbano. A apresentação trouxe ao palco do Concertos danças utilizadas nos festejos de Nossa Senhora do Rosário; manifestação popular que se dá através de uma dança guerreira, especificamente masculina, com passos livres e coreografias embaladas pela musica instrumental. A festa foi encerrada com a participação do publico, que foi convidado a dançar junto com o grupo e seus pontões.
Em Cajazeira o evento foi um sucesso e provou que a cidade sabe receber bem seus visitantes. Que venha a próxima edição!

Da Ópera ao Reisado: Concertos do Nordeste se encerra em Juazeiro do Norte-CE

8523310866_fbfd33c2f0_z
Texto Por: Maria Laís dos Santos Leite
Cobertura Colaborativa

Juazeiro do Norte, cidade marcada por trabalho e fé, aliando desenvolvimento econômico e cultura popular é palco do Concertos do Nordeste. No segundo e último dia, a programação iniciou às 9h no SESC com a Oficina de Harmonia Moderna e Improvisação ministrada por Amilton Godoy, considerado um dos melhores pianistas mundo.
8521114487_be2979ec24_c
Debate: Música nas Escolas
Durante a tarde, o Concertos do Nordeste volta suas atenções ao debate “Música nas Escolas”, a discussão foi presidida pelo premiado pianista Amilton Godoy, fundador da Escola de Música CLAM – Centro Livre de Aprendizagem Musical, pelo Professor Robson Almeida (Doutorando em Educação, Professor do Curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Ceará – Campus Cariri) e Gerardo Viana (Doutor em Educação Brasileira, Professor e Coordenador do Curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Ceará- Fortaleza) e realizou-se no Auditório do Centro Cultural Banco do Nordeste.
Durante sua exposição Amilton Godoy destacou que o estudo da Música nas Escolas é crucial para a busca do equilíbrio sensibilidade/racionalidade. Mostrando-se a música neste contexto uma possibilidade real de contribuição para modelos de educação que respeitem a diversidade humana, ressaltando ainda o papel das expressões (e inteligências) na aprendizagem.
8522044430_6f3a74c664_c
Debate: Música nas Escolas
Foto: Rafael Demarco / Cobertura Colaborativa
O Professor Robson Almeida trouxe em sua fala a apresentação “Música nas Escolas em face da Lei 11.769/2008” trazendo particularidades sobre a contextualização histórica da Música, questões sobre a Lei de Diretrizes Curriculares (Lei Darcy Ribeiro) e sobretudo, da Lei 11.769 e de sua importância para valorização e regulamentação do Ensino da Música na Educação Básica.
Gerardo Viana (mediador da discussão) fez uma síntese das discussões levantadas pelos debatedores trazendo relevantes informações sobre o Ensino da Música e o panorama dos Cursos de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Ceará (em Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral).
A discussão tornou-se ainda mais rica com a participação do público presente formado por músicos, estudantes, representantes do Poder Público local, educadores/professores, artistas e admiradores da Música de maneira geral. Entre estes o Tenor Franklin Dantas que problematizou e defendeu a inserção do licenciado em Música no contexto escolar, seguido pela contribuição de Vinícius Pinho, estudante do Curso de Música da UFC-Cariri que coloca a reflexão “Música enquanto disciplina curricular ou enquanto conhecimento e expressão para a vida?”.
Edival da Silva, representando a Secretaria Municipal de Educação de Juazeiro do Norte-CE, traz notícias sobre ações realizadas no ensino da música nas escolas da rede pública municipal. Maria Laís Leite, coordenadora executiva do Laboratório Paidéia da UFC-Cariri que estuda e utiliza em suas intervenções as metodologias integrativas (que envolvam a criatividade e a integração corpo e mente) ressalta a importância da música enquanto instrumento de aprendizagem e expressão cultural.
8522192703_83887051d4_c
Franklin Dantas e Eduardo Correia
Foto: Rafael Demarco / Cobertura Colaborativa
À noite o Centro Cultural Banco do Nordeste recebe a Programação Artística do Evento. Para iniciar, a música erudita
toma lugar central com a apresentação do Tenor Franklin Dantas, solista fortalezense que faz participação na formação de grandes orquestras, como a  Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho e é presença frequente nas programações do Theatro José de Alencar.
O Tenor acompanhado do pianista Eduardo Correia de Oliveira encantou o público presente com canções de Bach, Mozart, Bellini e outros músicos consagrados da Música Clássica, sendo aplaudido com emoção. Destacando-se a peça “Grande Valsa” de Frantz Lehár apresentada por Franklin Dantas com a participação especial do Soprano Samira Denoá, cantora juazeirense.  O solista finaliza sua apresentação com a música do cancioneiro popular brasileiro, “Mulher rendeira”, animando o público caririense que ao final da apresentação aplaudiu de pé os artistas.
8523319586_21fcf8d813_c
Reisado Discípulos do Mestre Pedro
Foto: Rafael Demarco / Cobertura Colaborativa
No final da noite é hora de assistir o Reisado Discípulos do Mestre Pedro, grupo da cultura popular nordestina que através de sua dança, música e indumentárias características do Reisado de Congo do Cariri Cearense que “conta cenas de batalhas e guerras, de amores impossíveis, histórias reais e sobrenaturais e a vida cotidiana da própria comunidade são revividas e recriadas na brincadeira, por meio da memória”.
O grupo, que traz ao palco várias gerações dos “Discípulos do Mestre Pedro”, é um dos grandes exemplos da expressão cultural caririense que o Centro Cultural Banco do Nordeste e o Ministério da Cultura através do Concertos do Nordeste se propôs a divulgar, celebrar e valorizar.

Segunda etapa do projeto Concertos do Nordeste movimenta Fortaleza

pagina fortal
Na capital cearense, o Concertos do Nordeste  movimenta o Theatro José de Alencar com mais dois dias de formação e atrações musicais eruditas e tradicionais.
A segunda etapa do festival foi iniciada na sexta (01) pela manhã, no Foyer do Theatro José de Alencar, com a oficina de Composição Contemporânea, minsitrada por Mário Ficarelli (SP), compositor e educador que desde 1975 é membro da Sociedade Brasileira de Música Contemporânea, além de membro da Academia Brasileira de Música, desde 1994. Ficarelli conversou com estudantes de música de Fortaleza, traçando um panorama da composição contemporânea e realizando audição de músicas, proposta que teve continuidade no período da tarde.
À noite, o palco do TJA foi tomado pelas performances do grupo Percantos (BA). A primeira atração enriqueceu a noite com seu irreverente teatro musical, uma proposta que contrapõe as estruturas eruditas tradicionais; tendo a percussão como forte elemento cênico-musical. O grupo existe desde 2012 e sua musicalidade é constituída por melodias veladas nos batuques, poesias, timbres e ruídos, que encantam a quem prestigia o espetáculo.
A segunda atração foi a Orquestra de Sopros de Pindoretama(CE), que atua como uma Orquestra-Escola há 14 anos, formando jovens músicos no município de Pindoretama, litoral leste do Ceará. Sua apresentação contou com um repertório que explorou de clássicos eruditos ao jazz e a lantin music. Trilhas sonoras de filmes clássicos também foram executadas pela Orquestra, que levou o público a ter a impressão de está dentro dos filmes, atmosfera essa criada pelos vários naipes de metais e suas variações melódicas.
Finalizando a primeira noite dessa segunda etapa do festival, se apresentou no pátio do Theatro José de Alencar o grupo tradicional Coco do Iguape(CE). Com bastante simpatia, esta tradição que atravessa gerações e resgata a cultura local foi executada pelos dançantes e levou a magia das festas populares do litoral e do sertão nordestino ao pátio frontal do TJA, tendo como cenário a belíssima fachada art nouveau do espaço, que combina vitrais coloridos e estrutura metálica importadas da Escócia.
Hoje (02) o Concertos do Nordeste segue sua programação em Fortaleza e trará mais um momento de formação com Mário Ficarelli, a partir das 14h. As apresentações iniciam a partir das 19h, e ficarão por conta da Orquestra Afrosinfônica (BA), Camará Ensemble (BA) e Maracatu Nação Baobab (CE), que encerrará a última noite de atrações.
Contatos: producao@prodisc.org.br
(85) 99982038 | 32625011

Primeiro dia de Concertos do Nordeste em Cajazeiras movimenta sertão paraíbano

pagina
Primeiro dia do projeto Concertos do Nordeste em Cajazeiras(PB) movimentou a cidade com oficinas e apresentações na praça
Em Cajazeiras, sertão paraibano, o primeiro dia do projeto  Concertos do Nordeste foi iniciado com a programação voltada à formação. Facilitada pelo maestro pianista e arranjador Marinho Boffa(SP), a oficina Harmonia Moderna e Improvisação contou com um público formado basicamente por musicistas e estudantes de música. Durante toda a tarde os presentes puderam apreender um pouco mais sobre a estrutura harmônica de músicas eruditas, bem como suas conceitualizações. A proposta fomentou ainda uma discussão acerca da relação entre música erudita e popular e suas linhas de improviso e ritmo. A oficina terá continuidade hoje no período da tarde a partir das 14h no 9° Centro Regional de Educação da cidade.
À noite, as apresentações tomaram a praça da prefeitura da cidade. Transeuntes que passavam pelo local se perguntavam  que acontecia por ali. Assim, meio que na curiosidade ou certos de que a cidade recebia um evento diferenciado, o público chegava aos poucos na praça. Em pouco tempo a platéia  lotou o local. Famílias com suas crianças de colo, jovens de todas as idades, os mais velhos, tão encantados quanto as crianças, aplaudiam sonoramente a cada número executado pela Orquestra Armorial do Cariri, primeira apresentação da noite.
Vinda de Juazeiro do Norte(CE), a Orquestra Armorial do Cariri trouxe a Cajazeiras uma sonoridade única, proposta que encantou a todos do início ao fim. No repertório, arranjos próprios – fruto de uma intensa pesquisa musical que envolve o trabalho de mestres rabequeiros caririenses e paraibanos – canções populares e uma singela homenagem a Luíz Gonzaga. O espetáculo ficou completo com a surpresa que o grupo havia preparado: a participação especialíssima das cantoras Marinez do Coco e Maria Ferreira do grupo Cantares de Almas.
O encerramento da noite ficou por conta da secular Banda Cabaçal do Sítio Cipó dos Monteiros(PB). A banda, fundada em 1893 pelo patriarca Antônio Monteiro, iniciou suas apresentações com  a proposta de animar as festas de Santo Antônio que havia no Sitio Caiçara. Em sua quarta geração, o grupo reviveu os folguedos juninos, arriscou improvisos e, como vários outros artistas que se apresentaram em edições de outras cidades: prestaram também sua homenagem ao “Rei do Baião”.
Hoje, a partir das 20h,  haverão as apresentações dos cearenses Trio Trinados e Ritual de Cordas, além Pontões do Pombal, grupo convidado para fechar a noite.
Contatos: producao@prodisc.org.br
(85) 99982038 | 32625011

Concertos do Nordeste chega a Juazeiro do Norte

IMG_6475
A terra caracterizada pela cultura tradicional e religiosidade também se mostra aberta para a música erudita
Ontem, 01 de março, o Concertos do Nordeste chegou a mais uma cidade do Cariri cearense, desta vez foi Juazeiro do Norte que recebeu a programação diversificada.
Logo cedo, às 09 horas, o pianista Amilton Gody iniciou o dia ministrando a oficina de Harmonia Moderna e Improvisação no SESC Juazeiro do Norte, para músicos, educadores e estudantes. Durante a atividade, o oficineiro citou as especificidades da música de cada região brasileira, comparando-a com a européia, utilizando o jazz e os ritmos tipicamente nordestinos como exemplos.

_MG_5733A tarde seguiu repleta de grandes trocas de experiências dos participantes da oficina com Amilton. O músico, que fundou uma das mais importantes escolas de música do Brasil, CLAM – Centro Livre de Aprendizagem Musical – passou para os participantes as diversas formas de se reconhecer os acordes e as escalas de improvisação.
Iniciando a noite, a programação mudou-se para o Teatro do Centro Cultural Banco do Nordeste. O Trio Musiarte, de Fortaleza-CE, cativou o público, que acompanhou atento cada minuto da apresentação das quatro estações porteñas do Piazzola – tangos estilizados com particularidades que diferem do tradicional – como explicou o grupo ao iniciar o Concerto.
IMG_6490Mestres da cultura tradicional nordestina também se encontraram no palco. A mistura do som dos pífanos, caixa, prato e zabumba contagiou o espaço quando a Banda Cabaçal Santo Antônio chegou. Os integrantes do grupo fizeram questão de mostrar todo o bom humor e irreverência durante a apresentação, cujo repertório foi formado por músicas de festejo. “Nós num toca bem não, mas como nós tamo aprendendo um dia toca mió.” brinca mestre Expedito.
Nascida em uma terra característica por sua religiosidade, a Banda não poderia deixar de homenagear o Padre Cícero ao fim da apresentação, executando uma de suas composições feita especialmente para o considerado pai de Juazeiro.
Hoje o Concertos segue em seu último na cidade, novamente com programação durante todo o dia e noite. Confira aqui a agenda completa.

Segunda etapa do projeto Concertos do Nordeste começa nesse fim de semana

page2
Nos dias 01 e 02 de Março as cidades de Juazeiro do Norte (CE), Fortaleza(CE) e Cajazeiras (PB) receberão a segunda etapa do Concertos do Nordeste.
No último final de semana, em sua primeira etapa, o projeto Concertos do Nordeste  passou por Fortaleza (Theatro José de Alencar), Crato (Largo da REFFSA) no Ceará e Sousa (Centro Cultural Banco do Nordeste) na Paraíba. Nos dois dias de evento, as cidades participantes poderam acompanhar o que a nova safra de músicos eruditos têm produzido de melhor.
Neste próximo final de semana, 01 e 02 de março, o Concertos do Nordeste chega às cidades de Cajazeiras (PB), Juazeiro do Norte(CE) e Fortaleza(CE), que realizará uma segunda etapa no TJA. Dando continuidade a proposta de difundir a música erudita e, consequentemente, convidar grupos de tradição, o segundo final de semana do projeto também contará com a realização de oficinas e debates em todas as cidades envolvidas.
Em Cajazeiras (PB)
A cidade paraibana receberá as apresentações da Orquestra Armorial (CE) e da Banda Cabaçal do Sítio Cipó dos Monteiros na sexta e, os grupos cearenses Trio Trinados e Ritual de Cordas, além da atração local Pontões do Pombal, no sábado. Em Cajazeiras o evento ocorrerá na Praça Dom Adauto.
Em Juazeiro do Norte (CE)
No cariri, o Centro Cultural Banco do Nordeste de Juazeiro do Norte(CE) receberá na sexta o Trio Musiarte (CE) e Banda Cabaçal Sto. Antônio e no sábado o cearense Franklin Dantas e o reisado local Discípulos do Mestre Pedro.
Em Fortaleza (CE)
Fortaleza acompanhará o grupo Percantos (BA), a Orquestra de Sopro de Pindoretama (CE), e Coco do Iguape como convidados, na sexta. Já no sábado o Theatro José de Alencar (TJA) receberá os baianos da Orquestra Afrosinfônica e o grupo Camará Ensemble, além do Maracatu Nação Baobad, que encerra o evento na capital.
As formações, que seguem neste final de semana em todas as cidades envolvidas, contará com as oficinas de Composição Contemporânea e Harmonia Moderna e Improvisação, além do debate Música nas escolas em Juazeiro do Norte.
O projeto Concertos do Nordeste é uma co-realização da Prodisc e da Casa Fora do Eixo Nordeste e tem patrocínio do Ministério da Cultura e do Banco do Nordeste.
(85) 99982038 | 32625011

Erudito e popular juntos no encerramento do Concertos do Nordeste em Sousa

concertos nordeste sousa
A cidade de Sousa, também conhecida como Cidade Sorriso, encerrou ontem, dia 23, a primeira etapa do do evento na Paraíba
Nos dias 22 e 23 de fevereiro, no Centro Cultural Banco do Nordeste Sousa, quem compareceu às atividades do evento, teve a oportunidade de conferir um espetáculo de sons eruditos e tradicionais.
No campo da formação, o maestro, pianista e arranjador paulistano Marinho Boffa ministrou a oficina de Harmonia Moderna e Improvisação nos dois dias de evento, estando reunido com professores e alunos  de música de Sousa, trocando figurinhas, conversando, tocando e cantando.
Ainda no primeiro dia, após esta oficina, a primeira apresentação subiu ao palco as 18:30h. O Quinteto de Cordas da Paraíba, também conhecido no estado por Quinteto da Paraíba, lotou as cadeiras do teatro. Inspirados pelo movimento Armorial, o grupo tocou com maravilhosos arranjos e cantou músicas de grandes compositores da música popular brasileira como Chico César, Capiba e Luiz Gonzaga.
O segundo grupo a se apresentar na noite de 22 de fevereiro, foi a Banda Cabaçal São João Batista do município de São José de Piranhas na Paraíba, que encantou o público com um som típico das cultura nordestina, vindo do interior paraibano.
Dia 23 de fevereiro, após a finalização da oficina do Marinho Boffa, aconteceu o debate sobre Música nas Escolas. Um tema bastante debatido atualmente, após de ter sido sancionada a lei que torna obrigatório o ensino de música nas escolas públicas de todo o país. Em ata foi retirado como encaminhamento a criação de um fórum permanente para discutir sobre o tema; e a Secretaria de Educação de Sousa irá visitar a UFC – Cariri para conhecer o trabalho desenvolvido pelos professores do curso de música.
A programação musical do ultimo dia iniciou com a apresentação do grupo potiguar Ópera Canto Dell’Arte, o qual em cada intervalo de apresentação, deu uma aula de ópera ao público. Na ocasião, o maestro Glauberto Leilson fez uma breve apresentação de cada peça, apresentando os compositores e contextualizando suas respectivas obras.
Em seguida, a Banda Cabaçal do Sítio Cipó dos Monteiros cativou o público com uma bela apresentação tradicional. Chegando ao final, o grupo deixou o palco e seguiu pelas rampas do Centro Cultural até a entrada do prédio. No hall encontraram-se plateia, banda cabaçal e o Ópera Canto Dell’Arte em uma miscelânea de ritmos.Tal encontro firmou o real propósito do Concertos do Nordeste, que consiste em mostrar que não existe separação entre o erudito e o popular.
O Concertos do Nordeste em Sousa encerrou-se ontem, mas no próximo final de semana, dias 01 e 02 de março, o evento terá continuidade no estado da Paraíba, em Cajazeiras.
Confira a programação de Cajazeiras aqui
Veja a cobertura fotográfica completa aqui

Grande festa de tons e cores fecha o Concetos do Nordeste em Crato

montagem crato dia 2
Programação do Crato se encerra com Encontro de Mestres da Cultura Tradicional e apresentação de Concerto em praça pública
No segundo e último dia de Concertos do Nordeste em Crato, no Largo da REFFSA, destacou-se o potencial de integração que o projeto trouxe aos músicos, produção e público, fazendo do evento um lugar de troca e difusão de saberes e afetos.
 Para além da proposta de disseminar a música erudita, o projeto, que oportunizou uma interface entre o erudito e o tradicional, abriu múltiplas veredas musicais aos participantes. (Des)caminho como o que foi traçado por Mário Ficarelli nos dois dias da oficina Composição Contemporânea. Vivência que propôs uma pedagogia baseada na simbiose entre tradição e modernidade.
Durante os dois dias de evento, quem melhor traduziu esse hibridismo foram os fortalezenses do Siara Quarteto. Com um repertório diverso, que passou por releituras de Mozart, Astor Piazzolla e Luiz Gonzaga, o quarteto, em arranjos espetaculares e de sonoridade ímpar, pode mostrar ao público presente o potencial criativo da safra de jovens músicos eruditos.
 A segunda apresentação da noite, a banda cabaçal dos Irmãos Aniceto, emocionou os presentes com a criatividade e o carisma característicos. Com entusiasmo e irreverência, o grupo fundado no século XIX por José Lourenço da Silva, mais conhecido como Aniceto, é um exemplo vivo da resistência ao tempo e suas mudanças. Já na quarta geração, os Irmãos Aniceto são hoje, por assim dizer, um dos maiores ícones da cultura popular do Cariri.
 Fechando a noite com uma das apresentações mais coloridas do Concertos do Nordeste, o Reisado do Mestre Aldenir mostrou por que o Cariri é esse grande caldeirão cultural: pela força e perseverança de seu povo; por mostrar ao Ceará (e por que não dizer ao mundo) que a música universaliza-se pela trocas que ela possibilita.
Em sumo, o evento foi um grande encontro de mestres! Que venham as próximas edições!

Primeiro dia de Concertos do Nordeste movimentou a cidade do Crato

montagem crato
O primeiro dia de Concertos do Nordeste no Crato, começou com a oficina Composição Contemporânea, ministrada pelo compositor e educador Mário Ficarelli(SP). Os presentes puderam aprender um pouco sobre os aspectos da música conteporânea a partir de compositores renomados, além de noções básicas sobre campo harmônico. A oficina terá continuidade hoje às 9h no SESC/Crato.
Já a noite, esta não poderia ter sido melhor: céu aberto, pessoas de todas as faixas etárias e a cidade do Crato transpirando música pelas ruas. Com os espetáculos iniciando pontualmente às 20h, logo cedo, o Centro Cultural do Araripe já estava tomado pela alegria contagiante típica do povo do Cariri.
A primeira apresentação foi do grupo Syntagma, vindo da capital cearense. Com um repertório riquíssimo, logo no início, a platéia foi transportada para o século XIV com releituras de músicas medievais, foco da pesquisa do grupo. A viajem sonora, que contou ainda com homenagens a Luís Gonzaga e ao compositor alencarino Liduíno  Pitombeira, emocionou os presentes.
Após a maravilhosa apresentação da Syntagma, a noite foi tomada pelo tradicionalismo da região. O segundo grupo a subir ao palco foi o Maneiro do Pau do Mestre Cirilo. Tendo iniciado aos nove anos na cultura popular através dos reisados cratenses, Mestre Cirilo, comandou a festa: um misto de música e dança que embalou a noite. Cercado por seus brincantes, destilou seus improvisos bem humorados em canções que falavam de causos populares e da vida simples do homem do campo.
O encerramento da programação ficou por conta do Coco das Mulheres da Batateiras. Fundado em 1979, o grupo, formado básicamente por idosas, tratou logo (assim como a atração anterior) de envolver a pláteía com a alegria destas incansáveis mulheres. Assim, a noite terminou como iniciara: a cidade transbordando suas cores.
Contatos: producao@prodisc.org.br
(85) 99982038 | 32625011

Centro Cultural do Araripe receberá a programação do Concertos do Nordeste na cidade do Crato

Passando pelos estados do Ceará e Paraíba, o projeto Concertos do Nordeste começa a partir de amanhã nas cidades de Fortaleza(CE), Crato(CE) e Sousa(PB).
IMG_2013
Com a proposta de levar a música erudita aos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Fortaleza, no Ceará; e Cajazeiras e Sousa, na Paraíba, o projeto Concertos do Nordeste, que contará 31 apresentações, sendo 17 grupos eruditos e 14 artistas convidados representando as raízes culturais nordestinas, começa a partir de amanhã nas cidades de Fortaleza(CE), Crato(CE) e Sousa(PB).
No cariri, as edições do evento ocorrerão nas cidades de Juazeiro e Crato. Nesta última, dado o seu contexto histórico, o local escolhido foi a antiga Estação Ferroviária da REFFESA. Atualmente conhecido como Centro Cultural do Araripe, o local, inaugurado em 1926 com a presença do Padre Cícero, simboliza a chegada do primeiro trem na cidade e foi um marco ao desenvolvimento do Cariri.
Em dois dias de programação, o Largo da REFESA receberá os shows  dos grupos Syntagma (CE), Maneiro Pau do Mestre Cirilo (CE) e Coco das Mulheres da Batateira (CE) na sexta (22/02) e do Siará Quarteto (CE), da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto (CE), além do Reisado do Mestre Aldenir (CE) no sábado (23/02). Devido as riquissímas manifestações populares da região, a cidade do Crato será a única que receber quatro grupos tradicionais, enquanto nas demais cidades serão duas apresentações.
O evento, que traz ainda uma proposta de formação, ofertará a oficina Composição Contemporânea com o músico Mario Ficarelli a partir das 9h no SESC Crato.

(85) 99982038 | 32625011

Inscrições abertas para as atividades de Formação

debate feira
Propondo a formação de agentes na área da música, o Concertos do Nordeste traz uma programação de oficinas e debates em todas as cidades. As atividades são gratuitas e para participar basta fazer a inscrição online até o dia 28 de fevereiro preenchendo o formulário neste link.
As oficinas serão mais voltadas para os músicos e artistas, trazendo os temas “Harmonia Moderna e Improvisação” e “Composição Contemporânea”. Já as mesas de debate irão abordar a pauta da Música nas Escolas, que vem sendo muito debatida por toda a sociedade. Quer paricipar? Confira a programação da sua cidade e inscreva-se!
Oficina de Harmonia Moderna e Improvisação
Amilton Godoy (SP) | Marinho Boffa (SP)
 22 e 23 de Fevereiro
Fortaleza-CE | 09 às 12 – 14 às 17h | Theatro José de Alencar
Sousa-PBàs 12 – 13 às 16h | CCBNB Sousa
01 e 02 de março
Juazeiro do Norte-CE | 09 às 12 – 14 às 17h | SESC Juazeiro do Norte
Cajazeiras-CE | 09 às 12 – 14 às 17h | Auditório da SECULT
Oficina de Composição Contemporânea
Mário Ficarelli (SP)
 22 e 23 de Fevereiro
Crato-CE |09 às 12 – 14 às 17h | SESC Crato
01 e 02 de Março
Fortaleza-CE | 09 às 12 – 14 às 17h | Theatro José de Alencar
Debate: Música nas Escolas
 23 de Fevereiro
Fortaleza-CE | 16 às 18h30 | Foyer do Theatro José de Alencar
Convidados: Amilton Godoy (SP), Amilson Godoy (SP), Arthur Barbosa (CE), Aládia Quintella (CE) e mediador Pedro Rogério (CE)
Sousa-PB | 13 às 16h | CCBNB
Convidado: Weber dos Anjos (CE), Espedito Lopes Neto (PB), Luciano Batista (PB)
02 de março
Juazeiro do Norte-CE | 13 às 16h | CCBNB
Convidados: Amilton Godoy (SP), Gerardo Vieira (CE)
Formulário de Inscirção

Concertos do Nordeste divulga programação musical

Canto Dell'Arte
Projeto apoiado pelo Centro Cultural Banco do Nordeste terá um total de 17 apresentações de artistas eruditos pelos estados do Ceará e Paraíba
O projeto Concertos do Nordeste selecionou 17 grupos para levar a música erudita aos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Fortaleza, no Ceará; e Cajazeiras e Sousa, na Paraíba. Outros 14 artistas representantes das raízes culturais nordestinas completam a programação de 31 apresentações do evento, que acontecerá nos finais de semana de 22 e 23 de fevereiro, e 1º e 2º de março, com a realização do Centro Cultural Banco do Nordeste, Associação dos Produtores de Cultura do Ceará (Prodisc) e Casa Fora do Eixo Nordeste.
O Centro Cultural do Banco do Nordeste será o palco em Juazeiro (CE) e Sousa (PB). Em Fortaleza, haverá shows nos quatro dias, sempre no Theatro José de Alencar. O Centro Cultural do Araripe abrigará as apresentações do Crato (CE). Em Cajazeiras (CE), os músicos serão recebidos na Praça Dom Adauto
Entre os escolhidos, artistas dos estados do Ceará, Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte e Maranhão. Alguns já estão na estrada há um bom tempo e são conhecidos do público cearense como o grupo Syntagma e a Orquestra Eleazar de Carvalho. Há ainda mais quatro orquestras, que virão de vários lugares do Nordeste como a Afro Sinfônica (BA), Orquestra Sinfônica da UFRN, Orquestra de Sopro de Pindoretama (CE) e a Orquestra Armorial do Cariri (CE). Já o Coro de Câmara de Campina Grande (PB), o grupo Percantos (BA), o Camará Ensemble ( BA) e o Ritual das Cordas são artistas relativamente novos, que vem ganhando seu espaço. Os demais selecionados são o Quinteto de Cordas da Paraíba (PB), o grupo Marabrass (MA), o Siará Quarteto ( CE), o Trio Musiarte (CE), o tenor Franklin Dantas (CE), o grupo de ópera Canto Dell’Arte e o Trio Trinados (CE).
Os grupos representantes das raízes culturais nordestinas foram convidados para as apresentações e completam a programação com ritmos como o macaratu; danças de tradição como o coco, o reisado e o bumba meu boi; e bandas cabaçais conhecidas como a dos Irmãos Anicetos. Os artistas convidados são: Boi Ceará, Maracatu Az de Ouro, Coco do Iguape, Maracatu Nação Baobá, Maneiro Pau do Mestre Cirilo, Coco das Mulheres da Batateira, Banda Cabaçal dos Irmãos Anicetos, Reisado do Mestre Aldenir, Banda Cabaçal Santo Antonio, Reisado Discípulos do Mestre Pedro, Cabaçal S.João Batista, Congos do Pombal, Banda Cabaçal do Sítio Cipó dos Monteiros e Pontões de Pombal.
Segundo o gerente do Ambiente de Gestão da Cultura do Banco do Nordeste, Tibico Brasil, várias cidades nordestinas dispõem de orquestra sinfônica e escolas de música. No entanto, ele recorda que a música erudita continua sendo apreciada por um público pequeno. “Os grupos tradicionais estudam e aprofundam seus conhecimentos empiricamente, tendo como espaços de ensaios os quintais, praças, terreiros e alpendres Nordeste afora. São mundos musicais diferenciados que pouco se encontram, mas que trabalham e intensificam o gosto pela música e por nossa cultura”, afirma Tibico Brasil.
Na programação ainda, uma série de oficinas e painéis de debates com temas relacionados ao universo da música erudita e da música que busca a tradição popular nordestina serão ministradas gratuitamente em todas as cidades participantes.
Serviço
Concertos do Nordeste
Data: 22 e 23 de fevereiro / 1º e 2º de março
Informações: (85) 3262-5011/99982038


Concertos do Nordeste divulga resultado na próxima semana

HeaderTNB
Projeto que levará a música erudita para cidades do Ceará e Paraíba encerra as inscrições para grupos e divulgará a programação em breve
Foram 20 dias de inscrições para artistas interessados em compor a programação do evento e um saldo final que superou as expectativas da organização e da curadoria. Ao todo, mais de 30 grupos se inscreveram, entre orquestras, corais, quintetos, dentre outras formações, mostrando a riqueza da música erudita produzida no Nordeste.
O resultado final da curadoria será divulgado na próxima segunda-feira, 04 de fevereiro e poderá ser acompanhado aqui pelo blog ou no site TNB, na oportunidade Concertos do Nordeste. Os artistas selecionados irão se apresentar em uma das cinco cidades que sediarão o evento, Juazeiro do Norte, Crato e Fortaleza no Ceará, Sousa e Cajazeiras na Paraíba.
A programação contará também com grupos representantes das raízes culturais nordestinas. Estes artistas de renome da região estão sendo definidos pela produção e serão divulgados na próxima semana. Além das apresentações musicais, uma série de oficinas e debates com temas relacionados ao universo da música erudita serão ministradas gratuitamente em todas cidades participantes.
Concertos do Nordeste é uma co-realização da Prodisc e da Casa Fora do Eixo Nordeste e tem patrocínio do Ministério da Cultura e do Banco do Nordeste.
                   (85) 99982038 | 32625011

Prorrogadas as inscrições para grupos de música erudita

Orquiestra Eleazar de Carvalho
O prazo para inscrições de grupos musicais no “Concertos do Nordeste” foi prorrogado para a próxima quarta-feira, 23 de janeiro. O projeto levará música erudita aos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Fortaleza, no Ceará; e Cajazeiras e Sousa, na Paraíba. Serão selecionados oito grupos para tocar em cinco cidades nordestinas. Podem participar artistas de todo a Região Nordeste. As inscrições devem ser feitas no site Toque do Brasil, pelo endereço: www.tnb.art.br/oportunidades/concertos-do-nordeste.
Os artistas que tiverem dificuldade com a plataforma online podem enviar materiais como release, CDs e fotos para o endereço da Associação dos Produtores de Cultura do Ceará (Prodisc) na Rua Engenheiro Plácido Coelho Junior, 180, Vincente Pizon.
As performances vão acontecer nos finais de semana de 22 e 23 de fevereiro, e 1º e 2º de março. O Centro Cultural do Banco do Nordeste será o palco em Juazeiro (CE) e Sousa (PB). Em Fortaleza, haverá shows nos quatro dias, sempre no Theatro José de Alencar. O Centro Cultural do Araripe (REFSA) abrigará as apresentações do Crato (CE). Em Cajazeiras (CE), os músicos serão recebidos na praça Dom Adauto (Praça da Prefeitura).
Segundo o gerente do Ambiente de Gestão da Cultura do Banco do Nordeste, Tibico Brasil, várias cidades nordestinas dispõem de orquestra sinfônica e escolas de música. No entanto, ele recorda que a música erudita continua sendo apreciada por um público pequeno. “Os grupos tradicionais estudam e aprofundam seus conhecimentos empiricamente, tendo como espaços de ensaios os quintais, praças, terreiros e alpendres nordeste afora. São mundos musicais diferenciados que pouco se encontram, mas que trabalham e intensificam o gosto pela música e por nossa cultura”, afirma Tibico Brasil.
Para somar ao evento, os shows contarão também com grupos representantes das raízes culturais nordestinas. Neste caso serão convidados grupos de renomes na região Nordeste. Na programação ainda, uma série de oficinas e painéis de debates com temas relacionados ao universo da música erudita e da música que busca a tradição popular nordestina serão ministradas gratuitamente em todas as cidades participantes.
“Queremos levar a música erudita para um público que não tem acesso a este tipo de música. Por isso, os showssão gratuitos e em locais abertos ou que possamos ter um grande público”, explica Ivan Ferraro, Presidente da Associação dos Produtores de Cultura do Ceará -Prodisc).
O projeto Concertos do Nordeste é uma realização do Centro Cultural Banco do Nordeste, Prodisc e Casa Fora do Eixo Nordeste. O objetivo é levar a música erudita à população e consequentemente aproximar o nordestino de um estilo pouco conhecido do grande público.

Estão abertas as inscrições para a Cobertura Colaborativa no Concertos do Nordeste!

6929571076_98f40512ac_b
A cobertura colaborativa é um projeto que visa aproximar os cidadãos multimídia que tenham interesse em colaborar com o evento na equipe de comunicação através diversas linguagens, como a fotografia, a redação, o audiovisual, dentre outras.
Os agentes podem se inscrever para qualquer uma das cinco cidades que sediarão o evento: Crato, Juazeiro do Norte e Fortaleza no Ceará, Sousa e Cajazeiras na Paraíba. Para além da atuação no Concertos do Nordeste, acontecem também as oficinas de comunicação colaborativa, abordando o midialivrismo, a fotografia e a transmissão ao vivo. Para participar, basta preencher o formulário de inscrição.
Veja abaixo as datas e cidades:

Crato-CE
23/01
09 às 12h – Midialivrismo: Seja a Mídia  | Diná Matias (Casa Fora do Eixo Nordeste)
14 às 17h – Fotografia | Paulo Winz (Casa Fora do Eixo Nordeste)
Local: GeoPark Araripe
Rua Carolino Sucupira, 355
Cajazeiras-PB
25/01
09 às 12h – Midialivrismo: Seja a Mídia | Diná Matias (Casa Fora do Eixo Nordeste)
14 às 17h – Fotografia | Paulo Winz (Casa Fora do Eixo Nordeste)
Local: Auditório do Centro Cultural Zé do Norte
Rua Victor Jurema, S/N – Centro

Fortaleza:
16/02 – 10 às 17h – Midialivrismo: Seja a Mídia | Diná Matias (Casa Fora do Eixo Nordeste)
17/02 – 10 às 17h – Transmissão ao vivo pela internet | Renan Rodrigues (Coletivo EntrePolos)
Local: Casa Fora do Eixo Nordeste
Rua Engenheiro Plácido Coelho Junior, 180, Vincente Pizon

Já sabe como inscrever o seu grupo no Concertos do Nordeste?

tutorial atualizado
Até o dia 19 de janeiro, continuam abertas as inscrições para artistas de música erudita de todo o Nordeste através do site Toque no Brasil. Ao todo, 8 grupos serão selecionados para participar da primeira edição do projeto, que levará a música erudita para as cidades de Cajazeiras e Sousa na Paraíba, Juazeiro do Norte e Crato no Ceará, além da capital Fortaleza.
Inscreva-se aqui.

Inscrições abertas para grupos de música erudita

concertos

A partir do dia 3 de janeiro, os grupos poderão se inscrever para o projeto que levará música erudita à população de Fortaleza, interior do Ceará e Paraíba.
Mostrar que a música erudita precisa ir além dos ouvidos estudados, levar essa música a massa da população e consequentemente aproximar o público nordestino de um estilo pouco conhecido, pois tem carência divulgação. Esse é o objetivo dos Concertos do Nordeste, um projeto que vai levar Grupos  de música erudita da região Nordeste para as cidades de Fortaleza, Juazeiro, Crato no Estado do Ceará, Cajazeiras e Sousa, na Paraíba.
A primeira fase desta ideia começa com as inscrições dos grupos a partir do dia 3 de janeiro e segue até o dia 19. Qualquer grupo da região Nordeste pode participar e enviar o material de trabalho. Através de uma curadoria, que será realizada no final de janeiro, o projeto irá selecionar oitos Concertos para as cinco cidades nordestinas, oferecendo a cada grupo o cachê de cinco mil reais, mediante nota fiscal.
“Queremos levar a música erudita para um público que não tem acesso a este tipo de música. Por isso os shows são gratuitos e em locais abertos ou que possamos ter um grande público”, explica Ivan Ferraro, Presidente da Associação dos Produtores de Cultura do Ceará (Prodisc), responsável pela realização dos shows.
Os shows desta primeira edição do Concertos do Nordeste acontecerão nos finais de semana de 22 e 23 de fevereiro, e 1º e 2º de março. Em Fortaleza haverá shows nos quatro dias de evento sempre no Theatro José de Alencar, enquanto as demais cidades terão pelo menos dois dias de shows. O Centro Cultural do Banco do Nordeste será o palco tanto em Juazeiro, como no município de Sousa, enquanto o Centro Cultural do Araripe abrigará os shows do Crato; e em Cajazeiras uma das praças da cidade receberá os músicos.
Os grupos poderão se inscrever através do site Toque do Brasil, rede de oportunidades que visa dinamizar e fortalecer  laços entre os elos da cadeia da música, facilitando o encontro entre artistas e produtores culturais , muito produtiva como ferramenta de trabalho.  Os grupos terão que abrir seu perfil na rede para poder se inscrever na oportunidade Concertos do Nordeste. Os músicos terão cachê e todo suporte logístico do evento.
Para somar ao evento, os shows contarão também com grupos representantes das raízes culturais nordestinas. Neste caso serão convidados grupos de renomes na região Nordeste, mas ainda serão definidos pela organização. Na programação ainda, uma série de oficinas e painéis de debates com temas relacionados ao universo da música erudita e da música que busca a tradição popular nordestina serão ministradas gratuitamente em todas cidades participantes.
Concertos do Nordeste é uma co-realização da Prodisc e da Casa Fora do Eixo Nordeste e tem patrocínio  do Banco do Nordeste do Brasil através da Lei de Incentivo á Cultura.
Serviço
Inscrições Concertos do Nordeste
Data: 3 a 19 de janeiro
Site: tnb.art.br (www.tnb.art.br/oportunidades/concertos-do-nordeste)
Informações: (85) 3262-5011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS OS VISITANTES PODEM NOS ENVIAR SUAS SUGESTÕES MATÉRIAS E COMENTÁRIOS DESDE QUE SEJA LIGADO A CULTURA O LAZER DADOS HISTÓRICOS DE SUA COMUNIDADE CIDADE ESTADO OU PAÍS OBEDECENDO A ÉTICA DE JORNALISMO QUE SE TRATA ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO UM SETOR DE PROMOÇÃO SOCIAL PARA TAMBÉM REGISTRAR AS BOAS COISAS DESTE PAÍS. E AQUI FAZEMOS O POSSÍVEL PARA SER APOLÍTICO AGRADECEMOS A ACEITAÇÃO DOS NOSSOS VISITANTES