HORA CERTA OFICIAL DO BRASIL PELOS OS FUSOS HORARIOS DE CADA SETOR REGIONAL DO PAIS

HORA LEGAL OBSERVATORIO NACIONAL BRASILIA RadioDSHO
RÁDIO DSHO/ON

Selecione o fuso horário da sua região para escutar os enunciados da hora falada de 10 em 10 segundos.

Devido à codificação do áudio, velocidade e tráfego de dados, podem ocorrer diferenças.

Ao selecionar um fuso, pode levar alguns segundos até o início da transmissão.

A Rádio DSHO/ON requer suporte ao HTML5.

UTC(ONRJ) - 2 Arquipelago de São Pedro e São Paulo, Atol das Rocas, Fernando de Noronha, Martin Vaz e Trindade
UTC(ONRJ) - 3 Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhao, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins
UTC(ONRJ) - 4 Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima
UTC(ONRJ) - 5 Acre e oeste do Amazonas

------------------------------------------------------ CLIQUE EM CIMA DA PALAVRA ESCUTAR PELAS BARRAS AMARELA E AS DEMAIS CORES SÃO OS FUSOS HORÁRIO DA REGIÃO DO BRASIL E ESCUTE A HORA CERTA OFICIAL DO BRASIL DE DEZ EM DEZ MINUTOS HORA CERTA ECONOMIZE ÁGUA
UMA GENTILEZA SUPERMERCADO BRASIL NESTE MÊS DE MAIO MUITAS PROMOÇÕES PARA O DIA DAS MÃES VISITANTES
contador
AGRADECEMOS AOS VISITANTES DO NOSSO BLOG AGORA CONFIRAM A HORA CERTA
CALENDÁRIO DO ANO 2017
Calendário com feriados municipais, datas comemorativas e fases da lua
O TEMPO NO TEMPO CERTO AS PREVISÕES PARA CHUVAS A PREVISÃO DO TEMPO AQUI NO BLOG GRANDE JORNAL DO ESTADO PB SAÚDE NO AR TEMAS RÁDIO SAÚDE NO AR AQUI NO BLOG DO GRANDE JORNAL DO ESTADO PB VEJA O TEMPO CERTO PARA CAJAZEIRAS PB E REGIÃO DIARIAMENTE O TEMPO DENTRO DO TEMPO PREVISÃO PARA OS NOVE ESTADOS DO NORDESTE DO BRASIL

domingo, 1 de julho de 2012


Quadrilha, mas não junina: PF em ação contra desvio de dinheiro de festas em 13 cidades, uma delas no Vale


Operação foi deflagrada nesta véspera de São Pedro e investiga o desvio de 65 milhões de reais que seriam para promoção de festas

Por Isaías Teixeira/Folha do Vale

A Polícia Federal e o Ministério Público da Paraíba, com apoio da Controladoria-Geral da União, deflagraram na manhã desta quinta-feira, 28, véspera de São Pedro, a Operação Pão e Circo, destinada a desarticular quadrilha acusada de desviar recursos públicos de eventos festivos em treze Prefeituras do estado, entre elas a de Boa Ventura. O montante desviado pode chegar a R$ 65 milhões, conforme apurou a Folha (www.folhadovali.com.br).

De acordo com a PF, a operação consiste no cumprimento de 93 mandados judiciais, sendo 65 de busca e apreensão, 28 de prisão temporária, cinco de condução coercitiva, além de ordens de sequestro de bens móveis e imóveis expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região e pelo Tribunal de Justiça.

A PF afirma que já foram presos os prefeitos de Solânea, Dr. Chiquinho; de Sapé, João da Utilar; e de Alhandra, Renato Mendes, que é sobrinho do deputado estadual Branco Mendes, natural de Aguiar. Também foram presos, até o momento, três secretários municipais e 10 servidores públicos. A PF ainda tem 12 mandados de prisão a cumprir. Além de prefeitos, há mandados contra esposas e sobrinhos de prefeitos.

Em Boa Ventura, a PF está cumprindo mandado de busca e apreensão na sede da Prefeitura, que é comandada pelo prefeito Dudu Pinto. As investigações sobre aplicação de recursos para eventos festivos em Boa Ventura, assim como nos demais municípios em pauta na Operação Pão e Circo, vêm sendo feitas desde o ano passado. Em dezembro de 2011, a CGU divulgou relatório sobre irregularidades encontradas pelo órgão da União em dois convênios estabelecidos entre a Prefeitura boaventurense e o Ministério do Turismo (MTur), destinados à realização de festas juninas nos anos de 2008 (R$ 210 mil) e 2009 (R$ 525.083,74).

Em 2008, as irregularidades ocorreram no processo contratual da empresa Kalina Lígia Claudino Valério, que foi feito sem licitação, conforme a CGU. Neste caso, o cachê pago pela Prefeitura a artistas contratados foi superior ao valor previsto no Plano de Trabalho apresentado ao MTur, e a CGU suspeita de superfaturamento.

Em 2009, as irregularidades dizem respeito a processos licitatórios na contratação das empresas Maria do Carmo R. de Araújo – MC (R$ 396.600,00) e MGA Publicidade Marketing e Eventos – ME (R$ 79.200,00).

Com a primeira, foram assinados dois contratos, um dos quais no valor de R$ 355 mil, sem a inexigibilidade de licitação, mas a Prefeitura não comprovou, documentalmente, o motivo desse convênio não requerer realização de processo licitatório. Com recursos do mesmo convênio, a Prefeitura contratou sem licitação, e sem justificativa, seis empresas de publicidade e duas emissoras de rádio, num valor total de R$ 52.340,00, para divulgar o evento.

As investigações envolvem não apenas o desvio de recursos públicos federais, mas também estaduais e municipais destinados a custear a realização de eventos festivos: são R$ 15 milhões em recursos federais e R$ 50 milhões em recursos estaduais e municipais.

Os investigados fraudavam licitações e processos de inexigibilidade de licitação através da utilização de empresas fantasmas e documentos ideologicamente falsos, contando com a efetiva participação de servidores públicos e, em alguns casos, dos próprios prefeitos, para operacionalizar o esquema.

As irregularidades concentravam-se, sobretudo, em festividades como emancipações políticas, São João, São Pedro, Carnaval e Réveillon.

A Operação Pão e Circo foi deflagrada também nos municípios de Cabedelo, Jacaraú, Itapororoca, Mamanguape, Mulungu, Santa Rita, Conde, Cuité de Mamanguape e Capim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS OS VISITANTES PODEM NOS ENVIAR SUAS SUGESTÕES MATÉRIAS E COMENTÁRIOS DESDE QUE SEJA LIGADO A CULTURA O LAZER DADOS HISTÓRICOS DE SUA COMUNIDADE CIDADE ESTADO OU PAÍS OBEDECENDO A ÉTICA DE JORNALISMO QUE SE TRATA ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO UM SETOR DE PROMOÇÃO SOCIAL PARA TAMBÉM REGISTRAR AS BOAS COISAS DESTE PAÍS. E AQUI FAZEMOS O POSSÍVEL PARA SER APOLÍTICO AGRADECEMOS A ACEITAÇÃO DOS NOSSOS VISITANTES